6 Comments

  1. 6

    Eduardo Serrano

    Olha João.Não penses que isso acontece só na câmara de Almada que até virou socialista.Acontece em tudo o que tem a ver com o poder político na altura.Os que sobem ao poder têm que dar tachos a quem os ajudou a subir e por acrescimo a quantos os rodeiam.Ou porque são familiares ou porque têm favores a psgar.
    Parabéns pela tua coragem em te imiscuires com esta gente da política.
    Por estas e por outras é que me deixei de me preocupar com a política e com os politicos.Eles não lutam para o bem do povo.O que eles querem é viver á custa do povo.Para que isso aconteça rodeiam se de medíocres que os bajulam até dizer chega.
    Cuidado com essa gente que não olha a meios para atingir os fins.
    Um abraço

    Reply
  2. 5

    Guilhermina Martins

    Isto já eu venho dizendo há anos sem fim.
    Os lugares de topo são todos para amigos, filhos, enteados, sobrinhos etc.
    Uma qualquer pessoa que não esteja ligada a partidos ou encostada a gente que a eles pertença não passa da cepa torta. Os lugares são ocupados por gente que nada sabe e para fazer valer a sua falta de conhecimento dos sectores onde são colocados não têm pejo algum em maltratar os que trabalhando nesses sectores há anos e sabendo bem como as coisas se fazem, os obrigam a fazer coisas que esses iletrados mandam e que adquiriram canudos sem nada saberem. Isto é um País do faz de conta.

    Reply
  3. 4

    ABM

    he he he – reparaste.

    Reply
  4. 3

    Anabela Costa

    Sem muitos comentários… Porque levaria imenso tempo… Porque é Histórico porque desde Sempre houve Mandoes e Submissos nas Sociedades! O Homem já viveu sem Democracia, depois à moda Monárquica, por fim, à moda Republicana… Neste conceito aparecem Partidos de Esquerda, Direita, Centro, etc… O Homem/ Mulher quer “poleiro” nesses Partidos… Seus Cooperantes quem serão? Os Familiares, os Amigos, os Padrinhos ( de interesse) Económico, Financeiro, Judicial, etc… Logo, aparecem os “lobbies”, “as cunhas” para os desempregados, e é assim que surge o “ZE Povinho”, que é considerado “classe baixa”, com poucos estudos, com trabalhos difíceis e mal pagos, e se entregam na Política dos Partidos, na chamada Função Pública em cargos menores… Quem será filho de Pai Rico, tira Curso Médio ou Superior e, lá vem “a Cunha politica” para o exercício de um Cargo, seja em que Área de Trabalho for…

    Reply
  5. 2

    maria ema cardoso

    Na política a democracia é dar a todos o mesmo ponto de partida. Quanto ao ponto de chegada, depende de cada um.Abraço amigo 🙂

    Reply
  6. 1

    Katali Fakir

    “O triunfo dos porcos”, não obstante gostar cada vez mais dos animais, quanto mais conheço as pessoas, eu que até sou Muçulmano, não é que começo a “admirar” os porcos mais do que os outros animais, porque estes de forma “triunfante” olham-nos de igual para igual, enquanto que os cães não passam de uns fiéis amigos que nos olham por baixo e os sacanas dos gatos, quais imperadores “Bonifácio” por cima…

    ” A maior lição da vida é a de que, ás vezes, até os tolos têm razão e a democracia ser o pior de todos os regimes com excepção de todos os outros” (Churchill, Winston).

    Reply

Se não tiver Facebook comente aqui!

© BigSlam 2016 - Todos os direitos reservados.