7 Comments

  1. 5

    Jose Chong

    Infelizmente construir casas junto a lixeira ou viver ao pe e uma opcao de vida (ver explicacao abaixo). Para uns e horrivel mas para outros e uma forma de vida pois apanham o desaproveitado e fazer uso dele ou transaccionar por miseros meticais suficiente para alimentar a familia.
    10 anos atras tive oportunidade de trabalhar em Dhaka, Bangladesh por um periodo de 2 mese. Fui porque quis pois queria ver o extremo oposto da vida real. So o percurso do aeroporto ao hotel fiquei ARREPENDiDO da decisao que fiz, mas tive que fazer “switch off”. Poluicao, mau cheiro, esgostos abertos, pedintes, etc, etc. Notem de que o salario do chefe de mesa do hotel era de 75 euros mensais. Com devido respeito as pessoas de Dhaka, a urbanizacao com esgostos abertos, lixo por todos os lados podia comparar com a lixeira Mahotas. Era diferente porque tinham predios, casas com telhados de zinco enfim …
    Com esta analogia e lamentavel ver humanos viverem nestas condicoes mas o que mais toca foi a perda de 17 vidas desnecessarias que poderiam ser evitadas se infraestruturas fossem impostas. Acredito que deve haver mais prioridades a serem resolvidas. Infelizmente e necessario acidentes com perdas de vida para que tomem o caso a ser resolvido e tomarem decisoes certas.
    Vejamos o que aconteceu na Florida onde 17 alunos foram mortos. Esta-se a considerar que os professores sejam armados e treinados. Sera que os professores armados va evitar tragedia similar? Imaginem que um professor armado tenha uma discussao familiar na noite anterior e que no dia seguinte durante a aula tenha discussao com um aluno que que acaba por carregar no gatilho.
    Infelizmente o que aconteceu na lixeira nao chegou ao mundo exterior como aconteceu com a tragedia da Florida.
    Nao deve ser tarefa facil …

    Reply
    1. 5.1

      João SCosta.

      Zé, sejas bem aparecido neste “nosso ponto de encontro”. O site – bigslam.
      Infelizmente o que referes no teu comentário é uma realidade do nosso mundo, e não é exclusivo de Dhaka. Antes fosse! Porque como era só num local a situação era fácil de resolver. O problema é que são muitos países!
      Gostei do teu contributo para este post. Muito obrigado. Cá fico à espera dos teus comentários em futuros posts.
      Um abraço.

      Reply
  2. 4

    Matias Ferreira

    Sobre o assunto a ” comparação ” do Trump com Mocambique : é a hipocrisia do chamado mundo civilizado!
    Quando dizem que o que aconteceu é normal nos países subdesenvolvidos eu pergunto e quem criou os países subdesenvolvidos ?
    Meu amigo a origem é sempre a mesma : só existem corruptos porque há muitos mais corruptores. E de onde são originários os corruptores?

    Reply
  3. 3

    Eduardo

    Pois é amigo João.Mais um bom artigo teu que nos faz reviver velhos tempos.Parabéns.
    Jovem que se preze ter vivido em LM, concerteza que passeou por este bairro um qualquer sábado à noite.Eu fui um deles.O que jamais me passou pela cabeça foi que em 2018 pudessem morrer 17 pessoas soterradas por um lixeira no bairro das Lagoas.Triste mas infelizmente verdade.Também lá a culpa vai morrer solteira.
    Um abraço

    Reply
  4. 2

    carlos m.d.silva silva

    Santos Costa,conheci muito bem a lixeira das lagoas,pois vivi lá perto,enquanto criança e durante muitos anos.Aliás fizeste lembrar-me de um episódio que vivi nas lagoas em que eu e o Anselmo Gomes mais conhecido por Tondela,construimos um barquito muito rudimentar e lá iamos para a lagoa,a caça de patos e passarinhos.Mas adiante.Quanto ao tema ,estes dois casos que apontas seriam casos de responsabilização dos respectivos governos,USA e Moçambique,paises inseridos em sistemas politicos democraticos,democracia essa que impede a respectiva responsabilização desses paises.E é aqui que o problema se põe e ninguem está interessado em por em causa está prática democratica dos países chamadas ocidentais e das apelidadas democracias africanas que de democrático nada ou pouco têm.E por este andar e com a chamada globalização ,é caso para dizer se os tais paises mais desenvolvidos e cultos,defensores de tudo e mais alguma coisa,um dia ou seja daqui a umas décadas,não serão engolidos e se inverterão os poderes no mundo,se algo não mudar.E como tal ,teremos que nos interrogar se os sistemas politicos que não gostamos nem aprovamos ,caso União Soviética e RPChina e similares não virão a sair-se melhor.Bem ,talvez nem vale a pena estarmos preocupados com o futuro,pois por este andar o planeta terra com ajuda do ser humano vai ser inabitável.E não é por acaso que os americanos ,russos e chineses se vão virando para o espaço…Marte e por aí fora.Topas?

    Reply
    1. 2.1

      João SCosta.

      Carlos, também me lembro de quando morava no fim da Anchieta lá ir algumas vezes para as Lagoas com uma pressão de ar, Diana 23, ir caçar passaritos; e ás vezes patos! Que acabavam por lá ficar, porque não os podíamos tirar da lagoa. Quase que sou obrigado a concordar contigo no resto do teu comentário! E digo quase, porque espero que todos acordemos de vez para não deixarmos este “mundo imundo”!

      Reply
  5. 1

    Wanda Serra

    Inacreditável…

    Wanda Serra

    Reply

Se não tiver Facebook comente aqui!

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

© BigSlam 2016 - Todos os direitos reservados.