Estás aqui: Home » DESTAQUES (SLIDER) » Atletismo: Salto com Vara – “Nambauane” de Victor Pinho

Atletismo: Salto com Vara – “Nambauane” de Victor Pinho

SALTO COM VARA

EUGENE, OR - JUNE 01: Renaud Lavillenie of France competes in the pole vault during day 2 of the IAAF Diamond League Prefontaine Classic on June 1, 2013 at the Hayward Field in Eugene, Oregon.   Jonathan Ferrey/Getty Images/AFP == FOR NEWSPAPERS, INTERNET, TELCOS & TELEVISION USE ONLY ==HISTÓRIA

O Salto com Vara teve origem na Europa quando os homens utilizavam varas para cruzar os canais de água (em distancia e não em altura). Foram os ingleses que levaram o salto com vara para o atletismo ao ar livre, já no final do Séc. XIX.
As primeiras competições foram na Grécia antiga em que o obstáculo a transpor era um touro. Os Celtas utilizavam a vara para a competição em extensão. Nas Olimpíadas de 1986 o recorde estabelecido com uma vara de bambu foi de 3,20 metros.

REGRAS DO SALTO COM VARA

A pista de saltos deve ter de comprimento para a corrida de balanço, com o mínimo de 45 metros.
A prova consiste em ultrapassar em altura, uma fasquia apoiada em 2 barras, com a ajuda de uma longa e flexível vara para o atleta poder elevar o corpo. São permitidas num máximo de três tentativas em cada altura para cada atleta e conta como faltas a queda da fasquia quer por derrube com o corpo do atleta quer com o derrube com a própria vara.
O Salto com Vara é uma das provas mais difíceis no atletismo mas também muito atrativa para os assistentes. As varas inicialmente de bambu, madeira ou de metal foram substituídas pelas varas de fibra de carbono e de vidro. As varas devem ser capazes de absorver toda a energia do saltador quando ela curva e retomar toda a energia quando volta à posição normal.

Salto com Vara em Moçambique

Em Moçambique tivemos bons atletas do Salto com Vara, tais como:

Cândido Coelho,

3Cândido Coelho (Desportivo LM), recordista de Moçambique no Salto com Vara

José Jardim,

6José Jardim (Real Sociedade)

Mário Neves,

4Mário Neves (Sporting LM) transpondo a fasquia a 3,42m, no Torneio Olímpico

Óscar de Carvalho,

1Óscar de Carvalho (Ferroviário LM) transpondo a fasquia a 3,10m.

António Paulo, José Azevedo, Florival Silva, Galiano da Silva, Octávio Vicente, Horácio Cunha, Armando Barrocas, Afonso Santos, Joaquim Barriga, Luís Cunha, Joaquim Cordeiro, etc.

Cândido Coelho foi sem dúvida a figura em destaque nesta modalidade, tendo batido o recorde Provincial com a marca de 4,00m.

2Cândido Coelho (Desportivo LM) junto do recorde de Juniores e Seniores

Destaque também para os jovens promissores José Jardim da Real Sociedade que em 1971 foi uma excelente revelação ao saltar 2,86m e em 1973 estabelecer o recorde de iniciados com um salto de 3,80 metros. Também o Mário Neves que progrediu cerca de 50cm na categoria de Juvenis.

Média Ano a Ano

1969 – 2,95m
1970 – 2,64m
1971 – 2,99m
1971/72 – 3,05m
1972/73 – 2,93m
1973/74 – 3,00m

Melhores Resultados por Época

1969 – 3,48m
1970 – 3,70m
1971 – 3,75m
1971/72 – 3,60m
1972/73 – 3,90m
1973/74 – 4,00m

Melhores Marcas

Cândido Coelho – (Individual) – 4,00m (1974)
José Jardim (Real Sociedade) – 3,80m (1973)
Mário Neves (Sporting LM) – 3,70m (1969)
Florival Silva (Sporting LM) – 3,58m (1958)
António Paulo (AAM) – 3,50m (1970)
Joaquim Barriga (Ferroviário LM) – 3,47m (1938)
Galiano da Silva (Sporting LM) – 3,40m (1968)
Luís Cunha (Sporting LM) – 3,35m (1967)
Joaquim Cordeiro (Desportivo LM) – 3,35m (1965)
Octávio Vicente (Desportivo LM) – 3,30m (1967)
Óscar Carvalho (Ferroviário LM) – 3,30m (1969)
José Azevedo (Ferroviário Beira) – 3,00m (1970)

5José Jardim no Salto com Vara – Parque José Cabral

Comentários:

comentários

Comentários (3)

  • Wanda Serra

    Wanda Serra

    Sempre apreciei salto a’ vara

    Exigindo uma concentracao ,flexibilidade,,corrida rapida compassada, firme com enorme elevacao ………….

    Artigo mto apreciado .

    Wanda

    Responder
  • Paulo Craveiro

    Extraordinário salto no ecletismo do «Ponto de Encontro»! Excelentes momentos em tão firme movimento! Cumprimentos.

    Responder
  • Dave Adkins

    Gosto das fotos do José Jardim no salto com vara – a primera foto no estadio com os arvores e os edificios – e o anuncio de ‘cerveja’ – no fundo y também da actividad na pista do Parque José Cabral. Passei muitas voltas de jogging nesta pista para manterme fisicamente. Via o Ribeiro, o treinador de Ferravia, lá de vez em quando de manhã cedo. Hoje em dia, não vou à pista, mais ainda faço exercicio todos os días. Não posso imaginar um día sem o movimento do corpo com o propósito da preparação física. .O meu corpo não responde como os días de LM, mais responde bastante dado os meus 75 anos. . Obrigado ao Dios. .

    Responder

Se não tiver Facebook, comente aqui:

© BigSlam 2014 - Todos os direitos reservados.

Voltar ao topo