2 Comments

  1. 2

    Dave Adkins

    Acho que diversas linguas usavam duas formas de falar e escrever – a gramática descritiva (a lingua usada todos os dias na rua, no mercado, no café – como no Scala ou no Continental de LM, etc. casual, informal) e a gramática prescritiva (de acordo com “o livro”, mais formal usada no serviço ou no negócio). Hoje em día, como escreve João Sousa, também se pode adicionar a forma da net. A idea é usar a forma correta no contexto apropriado. Na tradução de um idioma al outro, a gramática prescritiva traduz melhor que a descritiva ou a argot da net.
    Por exemplo: forma descritiva – Who did Mario give the book to? (difícil traduzir), prescritiva – To whom did Mario give the book. . A quem Mario deu o livro.?

    Reply
  2. 1

    Wanda Serra

    EM PLENO CONCORDO COM O JOAO SOUSA

    ADORO O BOM PORTUGUES UMA LINGUA RICA E PODEROSA

    MAS TENHO QUE DAR A MAO A’ PALMATORIA E NOS WHATSAAP REDUCO IMENSO .

    NAO O GOSTO DE O FAZER MAS AUTOMATICAMENTE VAI ………E DEPOIS JA’ E’ TARDE …….

    WANDA SERRA

    Reply

Se não tiver Facebook comente aqui!

© BigSlam 2016 - Todos os direitos reservados.