6 Comments

  1. 2

    Rui Baptista

    Caro José Alberto Campos: Relato preciso e precioso.. E se como nos diz a canção de Victor Espadinha, “recordar é viver”, vivemios ambos esses tempos. Lembro-me bem de seu Pai, de quem fui amigo. Quanto ao ano de 1957, confirmo: fomos ambos caloiros. Eu como professor, o prezado José alberto, como aluno.. Um abraço.

    Reply
  2. 1

    Adolfo Figueiredo

    Prezado professor Rui Baptista, a sua notável forma física é motivadora para os “menos” seniores e, na minha perspectiva é uma marca do seu carácter decidido e empreendedor, que fez com que granjeasse tantas simpatias.Como já tive oportunidade de lhe dizer noutra altura,o que mais me marcou da vivência que tive consigo, na EIMA e no Ginásio do Ferroviário, foi presenciar a harmonia e carinho que transparecia, quando a sua esposa e filhos iam ter consigo no fim dos treinos. Até ao próximo almoço. Um abraço, Adolfo Figueiredo.

    Reply
    1. 1.1

      Rui Baptista

      Meu bom Amigo Adolfo: Que te dizer sobre as tuas palavras amigas? Volvidas mais 5 décadas quando me reencontro, nos almoços de Maio, com os “bons malandros” da noss Indústria parece que o tempo volta para trás e regressamos à nossa juventude e aos bons tempos em que o respeito entre professores e alunos era uma constante, com raras excepções.Um grande abraço. Rui Baptista

      Reply
      1. 1.1.1

        José Alberto Silva Campos

        Caríssimo Sr Prof- RUI BAPTISTA! Fui seu aluno de ginástica, no ano lectivo 1957/58 quando eu andava no 1º Ano do Ciclo Preparatório, na Escola Industrial de LM! Julgo ter sido esse o 1º ano em que o Sr. Prof- começou a dar aulas de ginástica em LM? Se assim fôr, eu terei sido um dos seus primeiros alunos! Nessa altura, as aulas de ginástica eram dadas num espaço grande, que existia em frente à varanda onde funcionava o “Bar” da Escola, gerido pelo Sr. Picão! Nesse mesmo terreno, nos intervalos, nós alunos, jogávamos à malha; No ano seguinte, é que o chão de terra foi todo acimentado e construiu-se o Ginásio, paredes-meias e ao comprido, com o terreno da JOC; No balneário, depois da aula de ginástica, nós, alunos, guardávamos lá, os 2 colchões mais o plinto e prancha e uma belíssima Mesa Alemã de saltos; também havia uma boa barra onde nós fazíamos “elevações”. Lembro-me ainda das suas palavras e cadência: “Levanta, baixa, insiste, insiste, insiste”! DEve-se também lembrar do meu Pai, José Campos que foi Massagista do Clube Ferroviário e Enfermeiro-Chefe dos CFM. No Ferroviário julgo que em 1963, andei na Ginástica Aplicada com o Prof. Júlio Roncon (que depois foi para o Canadá?); nessa altura, vocês os do Halterofilismo do Ferroviario, tinham que esperar pacientemente para que nós acabássemos a nossa aula, para depois vocês trazerem o vosso equipamento de Halterofilismo para o Salão do Ferroviário e começarem a “bombear” o ferro…Boas recordações. O nosso Amigo comum, Adolfo Figueiredo morava pertinho de mim, na Av. Afonso de Albuquerque, perto da Escola Industrial. Um abraço! José Alberto Campos (agora com 67 anos e a viver em Setúbal).

        Reply
        1. 1.1.1.1

          Admin

          Caro José Alberto, obrigado pelo seu excelente relato sobre a nossa EIMA. Conseguiu colocar imagens nas suas palavras…
          Também fui atleta do Ferroviário (Basquetebol) e conheci muito bem o seu saudoso pai – José Campos, um magnífico massagista do nosso Clube, admirado e respeitado por todos atletas e dirigentes.
          Apareça sempre. Faça do BigSlam o seu site de eleição!

          Reply
        2. 1.1.1.2

          Rui Baptista

          Caro José Alberto: Sobre o bar da EIMA, o responsável era o Prof. Palhares Falcão, da disciplina de Filosofia. O empregado de balcão era o servente (julgo ser essa a nomenclatura) Dane,excelente rapaz Ou estar-me-ei a referir a anos posteriores? E que belos e fresquíssimos”scones” aí se comiam…nos intervalos das aulas. Até me cresce a água na boca! Pavlov teve razão com o seu reflexo condicionado…Outro abraço.

          Reply

Se não tiver Facebook comente aqui!

© BigSlam 2016 - Todos os direitos reservados.