11 Comentários

  1. 11

    Carlos Hidalgo Pinto

    Tratando-se de uma realidade desportiva que se reporta a uma determinada época, a componente familiar assume também importância.
    Neste álbum de recordações, podia constar que o avô materno de Luís Oliveira, foi para a Lourenço Marques de então, decorria o ano de 1916, creio. Mais ou menos na mesma altura em que o meu avô paterno foi para Moçambique, combater os alemães no âmbito da I Guerra Mundial. Desde cedo iniciou um projecto de agro pecuária e posteriormente de índole comercial, que lhe proporcionou uma interessante prosperidade. Entretanto, a seu lado esteve sempre uma “grande mulher”, a D. Cândida que foi a “alma mater” de vários membros da família, portanto das 4 filhas e dos seus 3 netos.

    Naquela época a malha urbana da então Lourenço Marques, era composta por muitas habitações de madeira e zinco. A D. Cândida criou e educou primoramente as quatro filhas e acompanhou de perto os seus três netos. Foi uma “grande senhora”.

    O Luis Oliveira foi sempre um bom desportista, tendo posteriomente, enveredado por uma carreia profissional, como professor de Educação Física, onde prestou um bom contributo à sociedade.

    Responder
  2. 10

    FERNANDO CAPELA

    É sempre bom recordar mais um dos “nossos”grandes atletas.Felicitações.

    Responder
  3. 9

    Dulce

    Parabéns Luís, grande atleta versátil e habilidoso!
    Muitas felicidades!
    Grande abraço.

    Responder
  4. 8

    Luiz Branco

    Um grande abraco e sausages do teu vizinho (de predio e de porta).

    Kiko

    Responder
  5. 7

    Luíz Oliveira

    Dave Adkins, grande treinador da Académica 1971/72
    Mr. Bowers e filho Bill , faleceram , não sabia
    Abraço para si.
    Foi GRANDE treinador do Sporting também

    Responder
  6. 6

    Carlos Hidalgo Pinto

    Estava-se em 65-66 e joguei com o L. Oliveira na equipa de juvenis do Desportivo e dava para perceber que o esfanhana tinha muito jeito para o basquetebol. Mas foi nos juniores que surgiu em grande forma, tendo conjuntamente com Carlos Ko (Ching), N. Narcy, Zé Rodrigues e IIvo Garrido, feito parte da equipa principal que se sagrou campeã distrital de L.M., tendo posteriormente sido vice-campeão provincial de juniores, na cidade de Nampula. Já na Académica ,sagrou-se campeão de seniores nos idos de 70. Foi um excelente atleta, bastante eclético e impulsionador do atletismo da Associação Académica de L.M. Fizemos muitos jogos informais, no campo dos maristas, com o pessoal que por lá aparecia. Bons tempos. Um abraço amigo e que contes muitos mais. Gostei de ver as fotos tuas com os teus pais. Hambanini.
    Ex-esfanhana, Carlos Pinto

    Responder
  7. 5

    Dave Adkins

    Vi na foto no albúm do Luis O. da malta de Academica, 69-70, com Edd Bowers y o seu filho, Bill. Edd era um bom amigo. O pai faleceu em 2011 e Bill, á idade de 58 anos, também morreu, um ano mais tarde.

    Responder
  8. 4

    Dave Adkins

    Para Zé Mota –

    Zé – Obrigado muito pelos seus generosos comentarios. Acho que sabe que os meus 3 anos em LM me impactaram muito. Posso ver como ontêm os jogadores, treinadores, arbitros, a gente, as ruas, os hotels, os clubes de esporte, os cines, os cafés, o centro, etc. . . (E, sim, ainda tenho um pesadelo sobre a minha decisão de escolher o Mota L. em vez do Diogo L. para entrar no ultimo minuto do jogo no Torneo Provincial contra Sporting em 72. . .êpa). . . saudades!

    Responder
  9. 3

    Zé Mota.

    Também nasci em 1951, tive o privilégio de conviver de perto com o Luís e de ser contemporâneo dele na Académica, com o Coach Dave Adkins. PARABÉNS, Luís e um grande abraço!

    Aproveito ainda para saudar Dave Adkins, que acompanha muito de perto o BigSlam e faz sempre os seus comentários oportunos, com lucidez e revelando grande capacidade de memória. Penso que com a sua forma de ser organizada e metódica, grande profissionalismo e excelente relacionamento humano, terá sido capaz de guardar os registos, documentos de trabalho e outras recordaçãoes dos tempos que passou em Moçambique e que o ajudam agora a revisitar esse passado e a recordar-nos também a nós alguns momentos importantes das nossas vidas. Deixa transparecer ter sido igualmente para ele uma fase marcante do seu percurso, que não quer esquecer, fazendo ainda questão de se expressar em bom português. BEM HAJA, COACH DAVE !!!

    Responder
  10. 2

    Nuno Narcy

    Caro amigo e colega de equipa. Os meus parabéns. Aquele abraço por estes lados da costa do Índico. Nuno Narcy

    Responder
  11. 1

    Dave Adkins

    A primera noticia que tenho recebido sobre a vida de Luis O. Tive o privilégio de
    treinar Luis durante uma parte da temporada de 72-73 com Academica antes da sua partida á tropa. Obviamente, era um talento quem superava em diferentes esportes. Em
    basquetebol, usou a sua habilidade fisica para entradas ao aro, no counterataque e
    em defesa. Também lançou bem com boa forma de meia-distancia. Imagino que
    Nuno herdou a habilidad do seu pai. . Abraço, Luis. .

    Responder

Deixe o seu Comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

© BigSlam 2021 - Todos os direitos reservados.

error: O conteúdo está protegido.