13 Comentários

  1. 7

    Karateka

    Sou um dos atletas que estava no Ginásio de Maputo, quando o instructor de Kung Fu, Dantas, nos foi visitar.

    Recordo-me que vinha acompanhado de alguns familiares, chegou, conversou connosco e deu uns pontapés no saco.

    Não me recordo de nos ter dado treinos, nem de termos caído por nos sentirmos fracos. Tinhamos carências de alimentação mas, por incrível que pareça, treinávamos muito.

    A graduação para cinto negro em kung fu, também desconheço completamente, o que sei é que o Sr. Manuel Tomás (Tomás Mahel) foi posteriormente graduado primeiro dan, em Karate Shukokai.

    A foto a ilustrar, gostei de a ver, mas refere-se ao Clube de Judo, que era ao lado do Ginásio de Maputo. Se tiver a foto do Ginásio de Maputo, também gostaria de ver, por que faz parte das minhas recordações.

    “Aí encontro o Tomás Mael a dar treinos. Quando me viu fez uma festa enorme e pede-me para dar essa aula de treino. Tive pena dos alunos, porque sentiam-se fracos devido às carências de alimentação. Apesar de ser moderado nos exercícios, começaram a cair de fraqueza, o que me deixou incomodado.
    Tomás Mael tinha o cinturão castanho e pediu-me que o graduasse em cinturão preto. Como eu tinha carteira profissional de instrutor da RSA, acabei por o graduar com todas as éticas exigidas das Artes Marciais.”

    Responder
  2. 6

    ANTONIO PONTES

    Estive a ler a entrevista e desconhecia a maior parte dos teus louros brilhantes fiquei a saber agora (ainda ontem almoçamos juntos )eu co nheco uma parte da tua vida mas nao desta grandeza estou muito orgulhoso de ter um companheiro de armas ( guerra colonial )desta categoria internacional, muitos parabéns e um grande abraço deste teu amigo Antonio Pontes

    Responder
  3. 5

    José Dantas

    Que pena não conseguir acompanhar as noticias internacionais… as redes sociais não existiam a não ser Imprensa, Radio e Televisão. Os factos garanto que são reais, mas para para quem não me conhece não tem importância, mas sim para os que presenciaram a minha carreira como desportista e a arte de desenvolver a minha habilidade.
    Obrigado de qualquer forma, não quis convencer ninguém, mas sim aos que me seguiram e conheciam. Siga aqueles de quem gostar e saiba apreciar aquele que conseguem atingir os meus objectivos. Não o fiz por Portugal ou Moçambique, mas sim pelos que me particionaram e acreditaram, como a Republica Sul Africana embora não seja Natural do País. Esses sim tiveram de ver um atleta que trouxe nome para o seu País e apreciaram com Diploma de Honra e ter registado RSA na história.

    Responder
  4. 4

    jo de matos gomes

    Hey Dantas. Foi bom ter notícias tuas, as primeiras desde 1976. Felicitações pelo teu sucesso profissional e, sobretudo, pelos teus 5 filhos. Fiquei espantado mas não surpreso, sempre demonstrastes ser um espírito livre e aventureiro com a coragem de seguir as tuas convicções e não olhares para trás. Bem hajas.
    ¨For all times sake¨, grande abraço nosso, de algures numa França rural.
    Jó,da Anchieta e Jó e Carol,de Hillbrow .

    Responder
    1. 4.1

      José Dantas

      Grande Jó…nunca mais sobe de ti…Fico satisfeito de teres visto esta entrevista e saber que te encontras bem. É com enorme alegria que oiço de vocês e saber que se encontram bem. Envia os teus contactos. Abração e cumprimentos

      Responder
      1. 4.1.1

        Jo

        Hey… grande Dantas (da). Nós estamos bem e vivemos em França, o quarto lugar depois de Johannesburg e esta foi a terceira vez que te tentei contactar. O meu contacto: dematosgomes@gmail.com
        Abraço

        Responder
  5. 3

    Armindo Costa

    O meu ídolo SEMPRE foi o meu irmão . . .

    Responder
    1. 3.1

      José Dantas

      Obrigado mano….

      Responder
  6. 2

    Beto Simes

    Parabéns Dantas, bela história de vida.
    Valorizo muito, mas acho que não me surpreendeu as grandes vitórias que alcançaste, porque sempre reconheci em ti belíssimas aptidões físicas e mentais para o conseguires.
    Um bem haja, muita saúde e tudo do melhor para ti e para a tua querida família.
    Beto Simes

    Responder
    1. 2.1

      José Dantas

      Beto…Obrigado pelo elogio. Não são só as coisas bonitas que marcam nossas vidas, mas também sim as pessoas que têm o dom de jamais serem esquecidas! Tem sido um percurso excitante. Abração

      Responder
    2. 2.2

      Jose Dantas da Costa

      KANIMAMBO

      Responder
  7. 1

    Sara Carvalho

    Excelente percurso de vida Jose Dantas! Nao conhecia essas tuas qualidades nas Artes Marciais! Parabens amigo!

    Responder

Deixe o seu Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

© BigSlam 2021 - Todos os direitos reservados.