3 Comentários

  1. 2

    Fernando Machado de Almeida

    Nasci nesta linda cidade, vivi com qualidade que em Portugal nunca tive. Não precisei da porcaria do 25 de Abril para ter total liberdade. Enfim… a trampa dos politicos da altura deram cabo daquilo. Mau para os brancos, péssimo para os pretos.
    É a vida… O que vale é que quem deu cabo daquilo já está no outro mundo… BOA VIAGEM

    Responder
  2. 1

    ABM

    Ok, vamos lá:

    1. O incidente do Capitão Owen não foi uma causa mas sim um sintoma. O britânicos não queriam estender o Natal até à Catembe, o que queriam mesmo era um pé na Baía, a melhor de longe em toda a África Oriental. Isso agravou-se com o Grande Trek dos Boers e a pretensão britânica de evitar que as repúblicas Boer tivessem acesso directo ao mar; esse problema era candente na década de 1850;

    2. A decisão britânica de submeter a sua pretensão de se apropriar da zona a Sul de Lourenço Marques foi posteriormente lamentada e os britânicos aprenderam a lição: numa futura disputa, em Janeiro de 1890 (tinha o rei D Carlos acabado de ascender ao trono) mandaram um simples telegrama com uma ameaça. Em 8 horas o governo português capitulou;

    3. A arbitragem não foi dada a Mac-Mahon para decidir: por acordo entre Portugal e a Grâ-Bretanha, foi entregue para decisão pelo chefe de Estado francês. Que, fortuitamente, aconteceu ser o Duque de Magenta, Mac-Mahon;

    4. A evocação de 2M, particularmente significativa para Lourenço Marques (e por arrasto, a Maputo e a actual República Moçambique) não foi imediata. A Praça Mac-Mahon (hoje dos Trabalhadores) só foi assim chamada bem já no Século XX. Quando foi criada foi primeira designada de Praça Azeredo; quando foi primeiro criada, a Avenida 24 de Julho chamava-se Avenida Francisco Costa. Não sei quando a data foi designada o dia da Cidade mas durante anos não foi celebrada, aliás não conheço nenhuma outra cidade portuguesa cujo feriado municipal não coincida com a data da sua elevação a Cidade.

    Bom feriado.

    ABM

    Responder
    1. 1.1

      BigSlam

      Parabéns ABM por mais este registo histórico do nosso Moçambique. Kanimambo!

      Responder

Deixe o seu Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

© BigSlam 2021 - Todos os direitos reservados.

error: Content is protected !!