7 Comentários

  1. 7

    Zé Carlos

    Grande instituição! Andei lá em 74/75 e75/76 no curso de metalúrgia e tecnologia mecânica. Entre as disciplinas todas e eram bastantes. Port. Fran. Ingl. Hist. Fisi e Quim. Mate. Ciên e Techn. Dese art. Dese tecn. Labo. e Ofici.
    Gostava de tudo e a coisa mais fascinante para mim na altura foi trabalhar nas officinas e contribuir para o progresso na construção do “working model” da locomotiva a vapour que era um longo projecto iniciado décadas antes do meu tempo, participado por todas as classes desde o inicío e quase completo em 75/76.
    Ainda me lembro do seu lugar de orgulho quando se entrava na oficina junto a parede do lado direito.
    A locomotiva e tender do carvão e água estavam montadas numa bancada em cima de ums dois metros de carrils feitos a escala correcta.
    No meu tempo estava práticamente completo, mas a partir da independência com as constantes interrupções das aulas para ir demonstrar para as ruas contra o “tabaqueiro” e o regime racistas da Rodésia e A. do Sul, ou participar nos comicíos, eventualmente azedou-me e deixei a escola para me dedicar á caça a comida e constantes bichas nas lojas para adquirir fosse o que fosse que o domicilio precisava…
    No entanto, a dedicação e qualidade dos professors e ensinamentos lá aprendidos formaram uma boa base de conhecimento para mais tarde em Portugal continuar e qualificar me. Depois no estrangeiro mudei para um ramo mais especializado mas o sucesso de tudo o que fiz advém das bases desses tempos.
    Gostava de saber o que aconteceu ao modelo da locomotiva…

    Responder
  2. 6

    Pierre Vilbro

    A todos agradeço as palavras de simpatia e agrado. Felicidade maior a minha, é constatar que o texto consegue transmitir sentimentos que definem o ser humano – que está ou deveria estar acima de tudo.

    Responder
  3. 5

    Amin Sultanali

    Parabéns ao Pierre que, num texto bem redigido com imagens que evocam nostalgia, conseguiu fazer o retrato do miúdo padrão da EILM. Por isso “SOMOS TODOS VILBRÓ”

    Responder
  4. 4

    Aluno e Professor LUTAF NOORALI

    Depois do que li só me apetece chorar.

    Responder
  5. 3

    Aluno e Professor LUTAF NOORALI

    Espectacular, a realidade posta no texto, tudo que se passou e nos marcou para vida. Parabéns. não esquecer por lá andou o melhor jogador de hóquei em patins de sempre e do mundo, FERNANDO ADRIÃO.

    Responder
  6. 2

    Jose Carlos Matos Viegas

    Gostei do que li. Fizeste-me recuar no tempo e voltar aquela Escoa que formou tantos homens para os seus futuros.
    Obrigado Pierre! Aqui fica o meu grande abraço de estima e amizade.

    Responder
  7. 1

    Victor Rocha

    Grandes escolas grandes amizades

    Responder

Deixe o seu Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

© BigSlam 2021 - Todos os direitos reservados.

error: Content is protected !!