2 Comentários

  1. 2

    Manuel Martins Terra

    Simplesmente impressionante e emotivo o que aconteceu nos Jogos Olímpicos, disputados em Barcelona, em que Derek Redemond depois da arreliadora lesão contraída após os jogos de Seul, se preparou afincadamente deixando para trás várias operações aos tendões de Aquiles. Foram inúmeras horas de treino e com um só fim: ganhar a prova dos 400 metros em pista aberta. Num ápice passou do sonho ao pesadelo; a lesão voltou e rompeu também as suas aspirações. A dor e o desânimo foram visíveis no Estádio. Num só instante o mundo desmoronou para Derek Redemond, inconsolável por não poder prosseguir a corrida, todavia despertou o sentido paternal vindo das bancadas, que o levou amparado até à meta, ignorando todos os conselhos da organização. Um momento inesquecível que nos mostra a escola de virtudes que é o desporto e a solidariedade dos homens. Um flash, que vale por mil palavras . Afinal tropeçar é sinônimo de esbarrar nos muitos obstáculos da vida, mas a honra é sabermos recompor-nos e prosseguir a nossa caminhada. Parabéns ao BigSlam por esta evocação.

    Responder
  2. 1

    António Amorim Lopes

    UMA GRANDE LIÇÃO DE AMOR DE PAI PARA FILHO QUE VALE POR TODAS AS OLIMPÍADAS..

    Responder

Deixe o seu Comentário a Manuel Martins Terra Cancel Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

© BigSlam 2021 - Todos os direitos reservados.