5 Comentários

  1. 3

    Maria Raposo

    Lembro-me com saudade, fui lá algumas vezes assistir a corridas, era um ambiente bem giro com gente jovem e bem disposta! Também assisti a um despiste muito triste onde perderam a vida algumas pessoas, coisas que por vezes acontecem e não deviam! Uma obra espectacular para a época! Obrigada pela recordação!

    Responder
  2. 2

    Manuel Martins Terra

    Uma pista com um traçado bem concebido e o maior implantado no espaço português, que conheceu tardes de glória e nomes sonantes do desporto sobre rodas. Estive lá pela última vez, no ano de 1975. Depois creio eu, que não me recordo de qualquer competição ali desenrolada. Que belos tempos.

    Responder
  3. 1

    José

    Sim sim,era uma pista de categoria sim senhor,cheguei em 1971 a cronometrar um belo corredor,chamado Fernando Capela,tempo volta para trás,por favor,abraço amigos

    Responder
    1. 1.1

      josé carlos alves da silva

      lembro-me desse corredor Fernando Capela, Manuel Morais ( competia todos os anos no dito Rally da TAP), Asdrúbal, etc… ouvia os relatos na RCM, como diz a nossa Amiga Ana Maria Rebelo, se calhar era o Pai que relatava os rallys. São momentos inesquecíveis, que me dão cabo. Ainda bem que nasci, cresci, vivi até 1976 (com 20 anos) em Quelimane – Moçambique, porque conheci milhares de pessoas, raças (etnias), credos (religiões), culturas, fizeram-me Homem. Obg pessoal

      Responder
      1. 1.1.1

        José

        Pois,também o António Luís Rafael,um belíssimo locutor que na passagem de ano ia fazer reportagem ao Zâmbi,depois veio para a rádio renascença,a todos os saudosistas,abraço fortíssimo

        Responder

Deixe o seu Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

© BigSlam 2021 - Todos os direitos reservados.

error: Content is protected !!