3 Comentários

  1. 3

    dario viegas

    que linda nossa Goa,agreste e rude na sua paisagem mas o ar que sopra só nos faz bem,longe deste stress que é Portugal,estive em goa ha 2 anos atraz estive em santa cruz

    Responder
  2. 2

    Maria do Carmo Amaral

    Gostei muito do seu artigo! As fotos também são muito interessantes! Só um pormenor: talvez tenha havido um lapso no início do texto, uma gralha porventura, entre séc. XIII e XVIII…

    Responder
  3. 1

    Lourdes Elvino Sousa

    Sou goesa de gema, nascida e criada em Goa até os meus 17 anos, altura em que saí para continuar os estudos em Portugal. Tenho família e amigos em Goa, visito sempre que posso, para além da necessidade que tenho de sentir as cores, os cheiros,os sons da minha terra, para me revigorar.
    Gostei da sua narrativa de viagem a Goa e das bonitas fotografias
    Faço, no entanto, um reparo sobre o que me pareceu dizer a cerca da maioria hindu surgida após a libertação de Goa e atrevo-me, ainda, a dar uma opinião
    Goa é de todos os goeses, sejam eles de que religião forem, uns em maioria (hindus), outros em minoria (católicos e muçulmanos), mesmo no tempo da dominação portuguesa, mas são todos filhos da mesma Mãe
    Se soube e presenciou desacatos contra templos católicos, tenho grande dificuldade em acreditar que sejam feitos pelos meus conterrâneos hindus, os mesmos que colocam colares de flores em cruzeiros da sua devoção, ou participam em algumas cerimónias religiosas católicas. O contrário é que não acontece. Como em todo lado, também em Goa há banditismo e neste caso tudo leva a crer que sejam outros indianos hindus,de estados vizinhos e adeptos de uma Índia como nação hindu e não secular, como tem sido até agora, que sejam os autores desses desmandos
    É uma opinião de quem não encontra explicações para este tipo de desavenças familiares
    Lourdes Elvino Sousa

    Responder

Deixe o seu Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

© BigSlam 2021 - Todos os direitos reservados.