18 Comentários

  1. 15

    Abdul Hamide

    O Tive o privilegio de conhecer todas as provincias do Pais. Na Zambezia fiquei fascinado com Gurué . Visitei este lugar na parte final da década 80 quando ainda existia empresa EMOCHA. A minha visita foi de trabalho, na companhia de técnicos do BAD. Mais tarde, em 2002 voltei de novo como Consultor, com a tarefa de proceder a revitalização de duas Unidades de Cha adquiridas por um Grupo Economica de Nampula, quando a EMOCHA foi privatizada

    Fiquei fascinado pela beleza natural, as montanhas, os riachos e muito particularmente as plantacoes de chá. Trata-se de uma vila com um clima especial, propicio para a plantação de chá e de frutas como o litchi, maçã etc. Eu nao me importaria se pudesse visitar uma vez por ano.

    Responder
  2. 14

    Humberto Soares

    Manjacaze, Vila Pery , LM e Chongoene !

    Responder
  3. 13

    César Sobral

    Gostei tanto, mas tanto, daquela terra…que não quero lá mais voltar. Prefiro continuar a imaginar Inhambane sobretudo, Xai-xai (terra da minha mãe) e Lourenço Marques (onde eu e meu pai nascemos) como as conheci.
    Deixei Moçambique em 31 de Julho de 1962, para lá voltar em 1977 ao serviço da TAP. Até chorei. De tal modo que já nem fui a Inhambane. Acho que morria de dor. Essa terra tem Xicuembo. Praia da Barra, Tofo, Guiúa, Maxixe, Mocucune, Linga-linga, Chivanene. Tantas saudades. E assim foi até 1995 última vez que fui a Maputo. Mas a terra do coração essa era sem duvida Inhambane.

    Responder
  4. 12

    Jorge Ricardo Neves

    Bilene sempre inesquecivel e que bonito
    Marracuene linda vila com o Incomati ao fundo e claro a tão linda LM agora Maputo onde passei toda a minha juventude

    Responder
  5. 11

    Ana Canas

    Ilha de Moçambique

    Responder
  6. 10

    Braga Borges

    Nasci em LM.
    Mas quem me tira Magude, tira-me quase tudo.

    Responder
  7. 9

    António Amorim Lopes

    DA ANTIGA E BONITA CDADE DE LOURENÇO MARQUES ATÉ À MALVÉRNIA GOSTEI SEMPRE POR ONDE PASSEI: COMO FOGUEIRO E DEPOIS MAQUINISTA DOS CAMINHS DE FERRO DE MOÇAMBIQUE. OS MEUS FILHOS NASCERAM EM LOURENÇO MARQUES MAS SEMPRE QUE POSSÍVEL PASSAVA UMAS CURTAS FÉRIAS NAS MARAVILHOSAS PRAIAS DAQUELAS ZONAS MAS COM UMA AFEIÇÃO ESPECIAL PELA DO BILENE. INFELIZMENTE NÃO PODEREI PENSAR REGRESSAR COMO VISITA À POTENTOSA E FETICEIRA TERRA DE MOÇAMBIQUE DEVIDO AO MEU ESTADO DE SAÚDE.

    Responder
    1. 9.1

      Jose Fernandes

      Interessante! Curiosamente , além de gostar de locais bem bonitos de Moçambique também gostei da Malvérnia. Como funcionário dos CFM estive lá destacado, em 1971/72, para reparar os motores e bombas que traziam a água dos Rios Limpopo e Noanetzi para abastecer as tomas de água e as populações de Mapai e Chicualacuala!À Quarta-feira era dia de «São Comboio»…aquele que trazia gente da Rodésia. Passei episódios dignos de merecer uma narrativa publicada em livro!😊

      Responder
  8. 8

    FERNANDO DE CARVALHO

    Não quererá dizer ( Ilha da Inhaca ? É que, a Ilha dos Portugueses, além do Farol, tanto quanto eu saiba, não tinha mais nada.

    Responder
  9. 7

    FERNANDO DE CARVALHO

    Ilha de Moçambique ( muipiti ) , Chocas, Nacala, Namaacha, Bilene, ponta do Ouro,
    e, claro, a nossa Lourenço Marques, tudo isto em especial na década de 50. Voltar lá, muito gostaria mas tenho medo do que verei, no estado em que se encontram esses locais. Fico com a saudade e a visão do que deixei.

    Responder
  10. 6

    Zulfi Amade

    Inhambane, terra da boa gente e comer mais uma vez o Bissi Bissi, Mathapa, Chiginha, Mafura a fabulosa fruta local e sem dúvida a bela praia de Jangamo sem esquecer a Ilha do Paraíso… tantos e muito mais…aqui em Londres nada tem gosto!

    Responder
    1. 6.1

      Maria Eduarda Nunes

      Em que época esteve em Inhambane, realmente “A terra da Boa Gente” ?
      Vivi lá de 30 de Janeiro de 1961 até 23 de Dezembro do mesmo ano. Alem de ter muito gostado das suas gentes… não esquecerei a Mathapa, nem, tão pouco, as deliciosas tangerinas ( não existem iguais, em parte alguma do Globo )

      Responder
      1. 6.1.1

        Zulfi

        estive la entre Lourenco Marques e Inhambane ate 1970 quando parti para Londres

        Responder
  11. 5

    António Almeida

    O que mais me fascinou em Moçambique a minha terra natal foram varias. Lourenço Marques onde nasci,Ressano Garcia (Chanculo)onde passei a minha infância,Praias da Ponta do Ouro,Tofo e Porto Amélia e suas praias. Também me Fascinou a zona de Vila Pery e vila Manica que me deixaram tantas saudades. Quanto a voltar lá não sei se voltaria gosto de ter na memória a minha terra como eu a conheci.

    Responder
  12. 4

    Orlando Ponte

    Pemba! E não desisto de um dia poder voltar!

    Responder
  13. 3

    Luis Raposo

    Nasci e vivi na Beira, local que gosto bastante,:Ilha de Moçambique, Praia das Chocas.
    Gostei do Gurué

    Responder
  14. 2

    Henrique Ferreira

    maputo,Nampula,ilha de Moçambique.

    Responder
  15. 1

    Vitor Teixeira

    Ilha dos portugueses. Tofo também. Praia do Chongoene. Enfim,quase tudo o que visitei. Gostaria de visitar o Bazaruto.

    Responder

Deixe o seu Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

© BigSlam 2020 - Todos os direitos reservados.