6 Comentários

  1. 6

    Arnaldo Pinto da Gama

    Lembro-me bem da sua construção e depois em termos profissionais de o frequentar, edifício belíssimo de funcionalidade e com uma decoração soberba, luxuosa até para o que era hábito na época. No entanto em todos os comentários que li não vi nenhuma referência a algumas das coisas que também faziam a diferença naquela decoração: o granito negro do chão com as incrustações em latão de belíssimo efeito, e o grande painel interior com quase 90 metros a toda a largura do edifício, que salvo erro era do grande escultor Francisco Relógio e que era de facto uma autêntica obra de arte. Também estive várias vezes no 5º andar na sede do Clube dos Empregados com o meu estimado amigo Eugénio Cristóvão por causa do também famosíssimo Rally do BNU do qual participei várias vezes.

    Responder
  2. 5

    Fernando Correia Alves

    Digo: 20 milhões de contos.

    Responder
  3. 4

    Fernando Correia Alves

    Por acaso alguém sabe por quanto foi inventariado nas contas do BNU nesse ano?
    Falou-se em 1,00 escudo !!!
    Custou cerca de 20.000.000,00 de escudos !!||!!

    Responder
  4. 3

    Zulfi Amade

    Enquanto estudava com o Garizo do Carmo no curso de pintura tivemos a oportunidade de visitar o BNU e sim, recordo-me do maravilhoso painel de cerâmica e a obra do grande Malangatana mas também havia um grande painel que se me recordo estava do lado esquerdo da entrada de um grande artista desenhado e cortado no Marmore que admirei naquele tempo e com o qual tive a oportunidade de trocar impressões. Sabe alguém me dizer qual era o nome dele?

    Responder
  5. 2

    José António Oliveira Zé to

    Conheci bem este edifício porque alguns amigos dos meus pais trabalhavam lá entre eles o sr. Lisboa Santos ( pai do Carlos Lisboa) e um dos cônjuges do casal Bravo. Lembro-me de que no último piso os empregados faziam festas de Carnaval e que eu e os meus irmãos íamos a convite. Nessa sala tinha um painel grande do Malangatana ( se não estou em erro) . Eu desde cedo fui um grande admirador deste artista e muitos anos mais tarde uma amiga minha encontrou-o na Expo 98 e disse-lhe que tinha um amigo que era um grande admirador dele e ele pediu-lhe 2 folhas a4 e nessa folhas pintou duas pequenas obras para nos oferecer. A minha para mim tem um grande valor . Quanto à sede do BNU de LM gostaria de lembrar que se não estou em erro foi por lá que passou a maior parte do ouro que veio em bom tempo para Portugal. Gostaria de lembrar que o dr Vieira Machado não sei se nasceu no concelho da Lourinhã, mas para mim é um lourinhanense. Abraço

    Responder
  6. 1

    Manuel da Silva

    Só o João de Sousa e o Big Slam nos vão brindando com obras imortais imaginadas por portugueses que são hoje o orgulho dos moçambicanos. Parabéns!

    Responder

Deixe o seu Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

© BigSlam 2018 - Todos os direitos reservados.