10 Comentários

  1. 10

    Lilia Shanova

    O grande ! Muiito bom amigo com grande alma.

    Responder
  2. 9

    Pierre Vilbró

    Esclarecimento

    1- A prisão de Malangatana Valente pela PIDE, na Cadeia da Machava, e pela FRELIMO, em Campo de Reeducação, está documentado, bastando pesquisar para a sua confirmação. Também me foi dito por algumas pessoas que privaram com
    o Malangatana.

    2- Quanto ao meu posicionamento político/ ideológico, para quem não me conheça ou não saiba, leia ou releia com atenção o meu artigo “26 DE Abril, Assim …, Não!” publicado no BigSlam, onde é dito … “(de homem livre, independente, sem qualquer conotação – mas interessado e desassossegado -, e não condicionável por quaisquer interesses ou conveniências)” …

    Pierre Vilbró

    Responder
  3. 8

    Isidro Motaco

    Os sucessivos Governos de Portugal que se seguiram à Revolução dos Cravos deveriam de ter vergonha e não idolatrarem canalhas com Mário Soares. Também não deveriam promover homenagens póstumas a quem todo o respeito e devido. Fazem-no cobardemente depois de mortos quando o deveriam fazer em vida. Os pretos como os brancos trabalhavam e não se envergonhavam de ser Portugueses. Hoje so a conveniência e o oportunismo pululam e muitas mais Joacines hão-de aparecer. Mas desde o PR ao Governo uma lavagem de vergonha ser-lhes-ia o significar de uma palavra: RESPEITO. Mas isso de certeza não irá acontecer. Por MALANGATANA uma oração. Descanse em PAZ.

    Responder
  4. 7

    José Moreira

    Infelizmente, todos os países têm as suas páginas negras e Moçambique não é excepção. Malangatana, pela pessoa e pelo artista que era, não merecia ter passado por tal sofrimento, à imagem do que já antes tinha acontecido com a Pide.
    Adorava o seu ar bonacheirão e simples, as cores e as formas do que pintava, tudo era um festival de cor que nos aquece a alma. O artista partiu mas a sua arte e os seus quadros ficaram para perpetuar um grande artista. Certamente que no Céu continuará a pintar e a alegrar os dias de Deus… Paz à sua alma, homem bom.

    Responder
  5. 6

    António Bastos

    Eu conheci bem o Malangatana Valente, pois fomos colegas e criou-se uma amizade, que foi perdurando, até ao 25 de Abril, quando se deu a separação e cada um foi para o seu lado. Sou Moçambicano de terceira geração e conheço aquele País de ponta a ponta ao serviço da firma onde trabalhava. O Malangatana era uma jóia de pessoa e ás vezes na brincadeira eu dizia-lhe ,eh pá és um “preto porreiro” e ele com aquele seu ar bonacheirão, dizia , és um bom amigo. Ofereceu-me um dos seus quadros, que com orgulho ,o coloquei logo há entrada da casa e as pessoas amigas, também gostaria de ter um igual. Encontrei o Malangatana , uns bons anos depois, em Lisboa quando ele veio cá fazer uma exposição. Eu e a minha mulher, tivemos umas boas carriladas em casa dele. Mais tarde soube que se encontrava doente e depois do seu falecimento. Partiu um amigo Preto que se dava tão bem, com um conterrâneo Branco. Que bom era a nossa terra e as suas gentes.

    Responder
  6. 5

    Manuel da Silva

    […]

    Essas faixas tinham as cores da bandeira da Frelimo que foram produzidas na Fábrica de Malhas de Vila Pery – EMMA!

    Foi nesse comício que Samora mudou o nome de Vila Pery para o actual nome de Chimoio! Começou por perguntar ao povo, quem era senhor Pery em Moçambique? O povo respondeu numa voz uníssona: colonialista!…

    “À partir de hoje esta Cidade passa a chamar-se com o nome da Cidade de Chimoio!” Determinou Samora Machel, sob um aplauso prolongado do povo que estava misturado com sorrisos e choros, pois ninguém tinha certeza que o colonialismo português ia partir!

    […]

    COMENTÁRIO: Nem tudo que eu quero eu posso. Nem tudo que eu posso eu devo e Nem tudo que eu devo eu quero!

    Responder
  7. 4

    António Amorim Lopes

    MALANGATANA VALENTE FOI UM GRANDE HOMEM UM EXTRAORDINÁRIO ARTISTA E NÃO MERECIA O TRATAMENTO QUE AS DUAS PARTES LHE FIZERAM. QUE DESCANSE EM PAZ. A SUA IMPORTANTE OBRA NÃO MORRERÁ, FICARÁ PARA A POSTERIDADE.

    Responder
  8. 3

    luisfrancogranierferreira

    VERGONHA ETERNA PARA OS heroicos pulhas travestidos de militares do
    EXERCITO PORTUGUÊS….E NO GERAL PARA OS portugueses DA METRÓPOLE.

    Responder
  9. 2

    nino

    Os negros portugueses aos milhares foram fuzilados ou queimados vivos em grandes buracos cavados obrigatoriamente pelos condenados Desses desgraçados pouco ou nada se fala Portugal (os politicos ) como sempre se safaram mas Deus nào dorme serào julgados pela morte assassina de milhares centenas e centenas de milhares de negros portugueses.

    Responder
  10. 1

    ABM

    Muito bem. Malangatana não merecia, nem num caso e muito menos no outro.

    ABM

    Responder

Deixe o seu Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

© BigSlam 2020 - Todos os direitos reservados.