34 Comentários

  1. 19

    Clo Botelho de Melo

    Optimo artigo ao grande Desportivo que foi uma segunda casa para muitos nós. Obrigada Tomane

    Responder
  2. 18

    Ernesto Silva

    Um trabalho de excelência, de quem teve o privilégio de viver durante alguns anos, integrado nessa grande Instituição que foi o G.D.L.M.. A reportagem está muito bem elaborada e detalha de pormenores muito interessantes que é bom recordar e para que fique, mais uma vez bem definido e descrito, para as gerações que não tiveram o privilegio de conhecer a História e as raízes da cidade e deste grande Clube. Parabéns A.B.M.

    Responder
  3. 17

    Helena Chaves

    Obrigada Tomané por esta viagem no tempo que me trouxe grandes lembranças e conhecimento.
    Foram tempos únicos e que nos permitiram até hoje manter as nossas Amizades.
    Fica bem. Um beijinho

    Responder
  4. 16

    Hamide

    Tomane que maravilha esta viagem virtual a um passado longínquo. Excelente trabalho de pesquisa. Por esta prenda que ofereces a todos os Alvi-Negros, digo com toda a certeza que valeu a pena estarmos com vida neste 31 de Maio de 2021.

    Um especial obrigado ao BigSlam (na pessoa do Samuca) pelo esoaco concedido para esta linda reportagem.

    Responder
  5. 15

    Manuel Martins Terra

    Parabéns, António Botelho de Melo, pela brilhante descrição histórica do prestigiado Grupo Desportivo de Lourenço Marques, rica de conteúdo que diz bem que quando o homem pensa, a obra nasce. Pena é que tudo o que foi erguido e planificado por homens de têmpera rija, esteja hoje votado ao abandono e o clube situado nas ruas da amargura. O que se pede é que haja alguém capaz de reabilitar a coletividade “alvinegra”, a unica forma de honrar todos aqueles que ao longos de muitos anos, quer no plano social, quer no plano desportivo, cimentaram a história de um emblema que gravou a letras de ouro, o seu excêntrico percurso.
    Um abraço, do amigo Manuel Terra.

    Responder
  6. 14

    Manuela Botelho de Melo

    Desconhecia a história do “meu” clube, mas estou grata ao nosso pai por se ter tornado sócio dele pouco tempo após a nossa chegada a LM e de nos pôr todos a nadar. Como ele dizia, enquanto estivéssemos a nadar, não estávamos a fazer tolices.
    Clube este que tinha vários tipos de esportes e dos melhores atletas de Moçambique e de
    Portugal e onde fizemos amizades que perduram até hoje.
    Parabéns pelos 100 anos de existência.
    Obrigada pelo artigo.

    Responder
  7. 13

    Vasco Abreu

    Obrigado, Tómané, belo artigo e grande trabalho de pesquisa. Memórias que perduram do clube mais eclético de Moçambique e onde todos nós crescemos como uma grande família. Abraço

    Responder
  8. 12

    Julio João Conceição

    Parabéns ao trabalho realizado e produzido neste documento pelo autor. Confesso que não conhecia a história do Desportivo, apesar de ser um adepto ferrenho a partir da década de 50 que, com cerca de 8 anos já ia assistir aos jogos. Palmilhava pé desde S. José de Lhanguene com outros colegas, ficava postado no portão de entrada, à espera que algum pagante se compadecesse e me tomasse como acompanhante para entrar, quando não era mesmo o porteiro, que ia permitindo a entrada da miudagem ávida do espetáculo, mas sem meios… A história do GDLM faz parte da história da minha cidade LM, como muito bem foi aqui historiado. Infelizmente, a decadência deste clube (grupo), começou com a nossa independência, e hoje encontra-se mergulhado num grande marasmo. Por diversas razões que não cabe aqui elencar, um grande emblema foi destruído. Proeza é ter chegado aos dias de hoje, e festejar o seu centenário. Que as gerações futuras conheçam a história deste grande clube, e se predisponham a ressuscitar a sua mística.
    Parabéns GDLM

    Responder
  9. 11

    Suzana Abreu

    Parabens, Antonio Manuel, adorei a Historia, as fotos, e toda a pesquisa que fizeste, do nosso clube. Belas memorias, KANIMANBO TOMANE

    Responder
  10. 10

    Mário Cardoso

    Cem anos do nosso Clube. O orgulho alvi-negro mantêm-se naqueles que transportam no seu coração a alma do Desportivo. Um dia vão acabar é a lei da vida. Muitos anos na Natação e no Basquetebol do GDLM, aquelas camisolas ventoinhas aos gomos pretos e brancos inesquecíveis. O meu Pai jogou lá Ping- Pong na altura e recordo-me muito bem dos grandes nadadores que “voavam” nas pistas ali ao lado enquanto o Prof. Mata ( creio) me enchia a bóia de água às escondidas porque eu ir para a Piscina sem bóia nem pensar. Dulce Gouveia, Clotilde Botelho de Melo, Vítor Oliveira já eram grandes nadadores e o Tómane era mais mofanita andava ali ao pé de mim. No Basquetebol recordo-me do meu treinador de Iniciados e depois de Juvenis, o Sr. Lopes, pai do jogador de Basquete. Grande equipa de Basquete com Manuel Lima, Carlos Alemão, Paulo de Carvalho, Arruda, Frank Martinuk e a claque a apoiar com o Tubarão a liderar. Hoquei em Patins ganhámos tudo com F. António, José Pedro, Fernado e José Adrião, Abilio Moreira e Carlos Pereira ( Cirilo). Por fim no futebol recordo-me de sermos Campeões Provinciais com um golo do Edgar. Belos tempos, belos desportistas, fantástica juventude que tivemos. Obrigado Tomané por mais um excelente trabalho.

    Responder
  11. 9

    Esperança Marques

    Embora o meu clube do coração seja o Ferroviário até ao fim, tenho de parabenizar o Desportivo pelo seu centenário. 100 anos são uma data de se lhe tirar o chapéu. Sinal também de que vivemos muitos anos a par, amigavelmente, nas diversas modalidades desportivas dos 2 clube. De assinalar também o excelente trabalho de António Botelho de Melo, ferrenho alvi-negro desde sempre, com muita dedicação e amor pelo seu Clube. Parabéns ao Clube e a todos quantos se entregaram de corpo e alma ao Desportivo. Até sempre. Felicidades. Esperança Marques.

    Responder
  12. 8

    ze pedro flores cardoso

    Caro Tomané
    Há já alguns anos que não te vejo, perdi-te o rasto, nem tens aparecido nos almoços do Desportivo.
    Temos pena, pois também foste um dos excelentes atletas do nosso clube, mas terás certamente os teus motivos, que terão de ser respeitados.
    Em meu nome pessoal, como alvi negro dos quatro costados, como atleta desse meu único clube, não podia deixar de te vir agradecer o trabalho excepcional que fizeste, e que nesta data tão importante para nós, irá ajudar a perpetuar para sempre, a história do Grupo Desportivo Lourenço Marques.
    Bem hajas pelas horas de pesquisa e dedicação.
    OBRIGADO
    Um abraço
    Zé Pedro

    Responder
    1. 8.1

      ABM

      Um abraço, Campeão.

      Responder
  13. 7

    Carlos Trocado

    … parabéns pelo excelente texto!

    Responder
  14. 6

    Dulce Gouveia

    Parabéns por este excelente trabalho de pesquiza!
    Quando a nossa geração se fôr, os descendentes sempre poderão consultar este documento onde fica registada parte da historia do GDLM, que cresceu paralelamente com a própria cidade.
    A outra vertente épica do clube – o desenvolvimento das várias modalidades e os feitos dos respectivos atletas, treinadores e dirigentes – ainda está por escrever……
    Este património é muito extenso e valoroso e é uma pena não terem ficado para os anais, esses registos tão valiosos que perpetuaram o nome do clube e o tornaram grandioso ( casos como os dos campeões do Mundo em hóquei em patins ).
    Kanimambo por esta partilha, Tomané!

    Responder
    1. 6.1

      ABM

      Campeã, sempre.Kanimambo.

      Responder
  15. 5

    Augusto Martins

    PARABÉNS ao DESPORTIVO ! ! ! !

    Apesar de não ser o meu clube de eleição, não posso deixar de o felicitar, reconhecer e ter que sentir a obrigação de agradecer e louvar o trabalho, o esforço e o mérito de todos aqueles que ao longo de muitos anos dificílimos, conseguiram levar por diante, a meritória obra que lá continua e continuará a perpetuar essa grande obra.

    Um grande abraço de agradecimento e o meu louvor ao mérito do autor deste documento que agora aqui apresentou.

    Responder
    1. 5.1

      ABM

      O autor agradece. Ainda vais a tempo de ser alvi.negro….

      Responder
  16. 4

    Tomané Alves

    Não tendo sido, nem algum dia me ter passado pela cabeça ser ou “torcer” pelo rival “Desportivo LM”, quero, no entanto, enaltecer este belíssimo e espectacular testemunho/legado que permite (bem) recordar TUDO o que INFELIZMENTE JÁ LHE DESAPARECEU (incluindo a ALMA, como muito bem se percebe), mas que, evidentemente, no contexto geral, competitivo e não competitivo (tal como todos os outros Clubes de LM e do restante Moçambique), não deixou de marcar a minha vida, na minha cidade … no meu “site”! TRISTEMENTE E IRREMEDIAVELMENTE, chegou-se ao ponto de se caminhar DIARIAMENTE para a extinção d(est)a história! OBRIGADO e os muitos PARABÉNS TOMANÉ. Saúde. Grande abraço.

    Responder
  17. 3

    Zé Rodrigues

    Como sempre EXCELENTE rendição de dias de glorias.
    Abraço
    Zé Rodrigues

    Responder
  18. 2

    rlevyfonseca@xeroservicos.com

    Magic.
    Belo Trabalho de Casa do Antonio.
    Aquele Abraço
    Rogerio Levy FONSECA

    Responder
    1. 2.1

      ABM

      Abraço grande Rogério.

      Responder
  19. 1

    Zeca

    António
    Bela lição de história do nosso Desportivo e de LM no geral. Tiro-te o meu chapéu.
    Kanimambo.

    Abraço
    Zeca

    Responder

Deixe o seu Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

© BigSlam 2021 - Todos os direitos reservados.