14 Comentários

  1. 12

    Fernando Teixeira Brandão

    Fragionalismo! Chamar Selecçáo de Moçambique à Selecção do Maputo- Graças a Deus isso já acabou-

    Responder
  2. 11

    Isabel Flores

    Bons tempos Paulo, lindas recordações

    Responder
    1. 11.1

      Paulo Carvalho

      É verdade Isabel. Aproveito para agradecer a forma como a tua familia nos recebeu. Um abraço e felicidades para todos vós.

      Responder
  3. 10

    Antonio Santos

    Maravilha. E agora como anda esta modalidade, Alguem por aí
    que me dê uma dica. Obrigado

    Responder
  4. 9

    Octávio Pó

    Parabéns: Samuel Carvalho, Big Slam e as pessoas que enviaram as fotos para que esta reportagem pudesse ser apresentada.

    Responder
  5. 8

    Manuel Martins Terra

    Um grande naipe de basquetebolistas moçambicanos, que nos brindaram também na comemoração da independência de Moçambique, com grandes atuações e a praticarem um basquetebol de grande quilate. Fotos que certamente ficaram para a história, em Lusaka, capital da Zâmbia.

    Responder
  6. 7

    Esperança Marques

    Parabéns, sem dúvida um trabalho excelente das que o BIGSLAM nos oferece sempre. Os olhos ficam sempre húmidos de saudade e carinho por todos quantos enalteceram o nosso Moçambique. Felicidade quer dizer que todos se encontrem bem e que estejam sempre que puderem, dispostos a partilhar connosco essas imagens tão belas. Kanimambo pessoal, pela partilha destas fotos que nos aquecem a alma e os olhos. Até sempre. Abraço.

    Responder
  7. 6

    josé carlos alves da silva

    Lembro-me bem desse tempo, dessa equipa um sonho, desses memoráveis jogadores, a fina flôr do basquete moçambicano, africano e mundialmente não ficaríamos em último. Meus olhos até brilharam ver estas fotos. Mto Obg cambada cafreal, meus patrícios de sangue. Bem hajam, carago.

    Responder
  8. 5

    Paulo Carvalho

    Depois de ter representado a selecção portuguesa, após a Independência de Moçambique, fiz um único jogo internacional pela selecção moçambicana, o qual, se realizou em Lusaca, nos finais de 1975, contra a selecção da Zâmbia.
    A equipa de Moçambique era claramente superior, tendo vencido aquele desafio facilmente.
    Um aspecto caricato, foi o facto de não haver nenhuma gravação, nem ninguém escolhido pela organização, para entoar o Hino Nacional de Moçambique, talvez por a Independência ter sido declarada, poucos meses antes. Então, os responsáveis pelo evento, decidiram que deviam ser os próprios jogadores a entoar, o Hino. Olhámos uns para os outros, como que a interrogarmo-nos sobre quem o conheceria… O único, foi o Belmiro Simango, pelo que devem imaginar o embaraço da situação…!
    Desportivamente, como referi, o jogo teve pouca história, dada a diferença de valores.
    Socialmente, no entanto, fomos muito bem recebidos quer oficialmente, quer pela família portuguesa de apelido Flores, que residia em Lusaca. Durante o tempo que estivemos na capital zambiana, apoiaram-nos e fizeram-nos uma inestimável companhia que culminou, com a oferta de um excelente churrasco ao ar livre, na sua casa, no final de um bonito dia onde, nada de bom faltou!
    Visitámos ainda, as conhecidas Cataratas de Vitória.

    Responder
  9. 4

    Nuno Narcy

    Embora tardiamente, aproveito esta oportunidade para, através da Isabel Flores, manifestar o meu reconhecimento e sincero agradecimento pela forma como a Família Flores nos acolheu nesta digressão à Zambia.
    Aquele abraço.

    Responder
    1. 4.1

      Isabel Flores

      Foram bons tempos, belas recordações

      Responder
  10. 3

    Teresa Viegas

    Bela reportagem. Belas recordações ; )

    Responder
  11. 2

    Carlos Hidalgo Pinto

    Até José Paiva Henriques usava barba…
    Outros tempos.
    A independência da Zâmbia já tinha acontecido em 1964.

    Responder
  12. 1

    Esmeralda Rua

    Boa reportagem. Parabéns.

    Responder

Deixe o seu Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

© BigSlam 2021 - Todos os direitos reservados.

error: Content is protected !!