9 Comentários

  1. 5

    Elizabete Correia

    Gostei imenso de ler este ARTIGO como a farinha Babita aconteceu. Obrigada.

    Responder
  2. 4

    Jorge Esteves

    A história é linda e como tal toca-nos muito.
    Julgo não estar em erro sobre este empreendedor Benjamim Cacho, provavelmente da Manhiça? E se assim for, a Bárbara será neta do Zé Tavares. Se estiver correto gostaria de ter o contacto da Bárbara ou do Pai por termos algo em comum.
    O mundo é feito destas pequenas histórias, obrigado.
    Jorge Esteves

    Responder
    1. 4.1

      Rui Martins

      Caro José Esteves,
      Está correcto o email do Zeca Tavares é este:
      jsmbtavares@gmail.com
      Abraço,
      Rui Martins.

      Responder
      1. 4.1.1

        Rui Martins

        As minhas desculpas:

        Caro Jorge Esteves

        Responder
  3. 3

    Pierre Vilbró

    Pena não se ter querido distinguir os colonialistas, exploradores e racistas, dos que nada mais faziam do que trabalhar, garantindo o sustento dos seus, empregos, riqueza e desenvolvimento, e já integrados na vida, cultura e costumes de Moçambique.
    Todos ficaram a perder. Mais uns, do que outros.
    Mas Moçambique para todos, talvez fosse e seja utopia. Afinal, Moçambique está em África.

    Responder
  4. 2

    Madalena

    Que maravilha!! Histórias que dariam enredos tão bons para documentários, séries que glorificariam o nosso país e a sua história…

    Responder
  5. 1

    Manuel da Silva

    O Dr. Rui Martins – Vice-reitor da Universidade de Macau, é meu amigo de longa data, acho até que chegámos no mesmo ano a Macau e vi-o pela primeira vez durante a missa de domingo no Colégio D. Bosco, onde estudavam os nossos filhos .
    Dou-lhe os meus parabéns pela narrativa. Eu também estive em Moçambique, é realmente uma história “Maningue Nice”!…; 🙂
    Abraços

    Responder
    1. 1.1

      milu gouveia

      Historia muito linda.

      Responder
      1. 1.1.1

        Manuel da Silva

        Olá Milú,
        Estou convencido que muitos de nós tem histórias que de uma ou de outra maneira ajudaram, com a sua imaginação e trabalho, a dar forma ao país que tantas memórias e saudades nos deixou …

        Responder

Deixe o seu Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

© BigSlam 2020 - Todos os direitos reservados.