3 Comentários

  1. 3

    Zeto

    Obrigado pela reportagem, fui várias vezes a casa do gaiato, passeios em família onde os meus pais nos ensinaram a solidariedade. Das poucas histórias que recordo é a de eu a minha irmã Lena e alguns dos rapazes de lá montarmos os burros em pelo e nunca cairmos. Também aprendi com os meus pais a dar prendas a quem precisa mas novas, se as nossas eram novas, as dos rapazes do gaiato também eram.
    A dias os meus pais disseram que tinham visto uma reportagem na RTP, ficaram muito satisfeitos, hoje direi que o local não é o mesmo. Obrigado e um abraço.

    Responder
  2. 2

    Dave Adkins

    Fotos e reportagem excelentes! Como sempre informativos e detalhados. Dá esperança para um futuro positivo no país, apesar dos obstáculos dos malandros presentes no Norte em Moçambique e no mundo em geral.

    Responder
  3. 1

    A. Braga Borges

    Obrigado Samuel, pela reportagem. Fui “padrinho” de uma criança da escola das Irmãs Salesianas em Inharrime. A Escola Laura Vicuña. Hoje, e devido a ajudas de várias “madrinhas e vários padrinhos” a dita Escola é auto suficiente.Têm oficinas, padaria, machamba, além do ensino que vai até ao secundário. Sei bem o valor desta reportagem. “Ajudar a quem mais precisa”.

    Responder

Deixe o seu Comentário a Dave Adkins Cancel Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

© BigSlam 2021 - Todos os direitos reservados.