2 Comentários

  1. 2

    Rui Baptista

    Querida Filha: Foi comovido que li o teu comentário libelo contra a malvadez que nele relatas . Tu tens sido testemunha sempre presente do mal que esta situação tem causado no meu equilíbrio emocional. Suporto quando sou eu o atingido e revolto-me quando são entes queridos as vítimas.

    Ocorrendo-me à memória versos do poeta Augusto Gil, parafraseando-o , por que permitis, Senhor , tamanha dor que a ADSE inflige nos velhos, doentes e, por vezes, deficientes deste país?

    Registo com emoção o abraço amigo que endereçaste a meus ex-alunos da EIMA que, como escreves homenageando-os, estão sempre presentes nas minhas lutas. Para eles um grande e amigo abraço com votos de um Natal feliz.

    Beija-te com muito amor o teu “Paizão Dady”.

    Responder
  2. 1

    Madalena Baptista

    Um texto brilhantemente escrito que deveria ser lido pelos políticos que tanto apregoam a dita INCLUSÃO SOCIAL, quando o que praticam é a EXCLUSÃO das pessoas mais vulneráveis aos serviços de saúde!!!
    Mal acabei de escrever a frase anterior fiquei com a (quase) certeza que mesmo que lessem pouca ou nenhuma diferença lhes faria, os valores da democracia e da igualdade de oportunidades só são postos em prática quando interessa e não são uma prática comum. Enfim, a sociedade política atual só olha para o seu umbigo, só usa palavras ocas para tentar convencer o povo com promessa falsas, mas ainda bem que o meu querido PAI, persiste, insiste, reclama e não deixa de expressar e dissiminar a sua indignação. Diz o ditado “Água mole em pedra dura tanto bate até que fura!!!”….pode é demorar tempo demais e há situações que quando detetadas, devem de imediato ser alteradas, são vidas, direitos humanos que estão a ser desrespeitados!!!! Beijinho enorme para ti “Paizão Dady” e um abraço amigo para os teus ex-alunos da EIMA que estão sempre presentes nas tuas lutas.

    Responder

Deixe o seu Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

© BigSlam 2018 - Todos os direitos reservados.