4 Comentários

  1. 4

    Armindo Matias

    Obrigado Samuel por mais esta viagem guiada à cidade de Lourenço Marques que para mim estou a ver pela primeira vez. Locais emblemáticos que é sempre bom revisitar. A Escola Comercial onde na minha estadia de 2 anos em LM ainda fiz o exame de Matemática para admissão ao Instituto Comercial; o Hotel Cardoso onde que frequentei nesses tempos e onde fiquei instalado em 2001 numa deslocação em serviço (uma referência que felizmente se tem mantido bem cuidado), e o Museu Álvaro de Castro onde, acabado de chegar a LM, fui levado a visitar por uma simpática “coca cola” que depois se tornou minha esposa. Impossível esquecer esses tempos e não gostar desta terra… KHANIMAMBU

    Responder
  2. 3

    Katali Fakir

    Mais um trabalho de excelência, Kanimambo.

    Responder
  3. 2

    Braga Borges

    Obrigado Samuel, por todas as reportagens.

    Responder
  4. 1

    Nelson Silva

    Mais uma vez, obrigado Samuel pela excelente reportagem. Se o estado da “Cristal”, de certa forma, representa o estado de algumas situações que reportaste durante as tuas crónicas anteriores, tive muito gosto em ver as novas instalações da Escola Comercial, que vieram substituir as instalações do meu tempo, que vinham originalmente de um quartel de cavalaria, do início do século passado.
    Registo com agrado o aprumo dos Alunos/as, com uniformes adequados à sua actividade.
    Fiquei também encantado com a reabilitação do parque em frente ao Liceu – agora com o seu nome a homenagear os professores – um local onde passei quase diariamente, para descer as barreiras em direcção à piscina do Desportivo.
    O Museu “Álvaro de Castro” continua a ser um monumento à ciência.
    As vistas do Hotel Cardoso continuam maravilhosas. Suponho que a “boite” Comandante, com este ou outro nome, se funcionar, deve continuar a ser um marco na vida nocturna da cidade.

    Responder

Deixe o seu Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

© BigSlam 2020 - Todos os direitos reservados.