15 Comentários

  1. 12

    Carla Vilar

    Boa noite, eu vivi no Chimoio, entre 1977 e 1982, no bairro da Sher, o meu pai trabalhava nas barragens e eu era miúda. Já tentei pesquisar se o bairro ainda existe mas não encontro informação, era mm de frente para a cabeça do Velho e passava uma estrada já de alcatrão nos portões do bairro que era fechado. Alguém sabe o que aconteceu? Obrigad

    Responder
  2. 11

    Manuel da Silva

    Olá Wai Rock Lima! Obrigado pelo elogio que fizeste ao meu trabalho. Tenho prazer em saber de ti. O meu pai infelizmente já faleceu e o Adelino é um funcionário da Camara Municipal da Figueira da Fóz. Estudou por ele e fez-se homenzinho.

    Responder
  3. 10

    António Neto

    Obrigado por ter dado a conhecer uma linda estória sobre uma linda cidade, na qual vivi pouco tempo infelizmente, tudo se precipitou e tudo que estava a ser construído com cabeça foi destruído. Fui colocado em 70 quando foi criado o distrito e formado governo. Instalação na escola pública no 2º andar. Bons tempos, acabado de sair da tropa e colocado aí, uma terra sossegada com boa vizinhança, eu praticava ténis, recuperamos os cortes que só tinham capim, no pavilhão do sport clube do comboio, jogava badminton, comia umas gambas grelhadas tão boas, enfim, tempos que já lá vão. Agora valha-nos a recordação. Um abraço.

    Responder
  4. 9

    JOAO JANEIRO

    Saudaçoes, gostei destas memorias aliciantes que devem ser passadas em revista impressa para que todos tehnamos acesso.

    Responder
  5. 8

    Fernando Borges da Costa

    Excelente trabalho. Ainda melhor que o primeiro… Parabéns.

    Responder
  6. 7

    Wai Rock

    Muito obrigado Silva, gostei ver esta reportagem, terra onde cresci, onde guardo boas recordações. Onde está o sr. Ferreira teu pai? E o Adelino teu irmão? Meus amigos, um grande abraço.

    Responder
  7. 6

    Américo Ferreira

    Américo.reis.ferreira@gmail.com
    Julho de 1972 a Junho de 1974

    Gostei do comentário, mas gostaria de ver mais.
    Do pouco tempo que por là passei só sinto saudades.

    Responder
  8. 5

    manuelantonio1950@sapo.pt

    2sapo.pt sr MANUEL SILVA militar em vila pery muitas saudades dos habitantes pessoas de bem amigas do seu amigo grande desenvolvimento se fez a nivel de musica e cultura que saudades joguei futebol ne sport de vila Perry socorri colegas e outos mortos numa capela em vi mortos fui enfermeiro no hospital de vela Perry as maes da cidades nos fizeram o jantar na noite de natal caso alguma esteve presente me escreva quero agradecer manuelantonio1950@sapo.pt um braço para todos
    ….

    Responder
  9. 4

    Mário Almeida Dias

    Boa tarde, Sr. Manuel da Silva. Vi a 1° parte e2° parte na íntegra do seu post de Vila Pery e terras do Chimoio, que estão magníficos e de muito boa qualidade. Gostaria muito de falar consigo ao telefone sobre vários aspectos da cidade, que apenas conheci de passagem e de pessoas amigas e de família que lá residiram nos anos 50, 60 e70,que o sr. deve conhecer concerteza! O meu contacto é o n°960418155. Dê-me só um toque, que eu retorno a chamada, por favor. Um abraço do Mário A. Dias.

    Responder
  10. 3

    Manuel Martins Terra

    Parabéns ao Manuel da Silva, pela forma como complementou e agora acrescentando a segunda parte, toda a história e lugares memoráveis carregados de simbolismo que caraterizam Vila de Pery(Chimoio). Aquelas terras tinham o condão de se entranharem em quem lá nasceu ou lá viveu, tal era o seu encanto. Como era deslumbrante aquele país da capital até ao Rovuma,onde todos nós ostentamos orgulho legitimo da Pérola do índico. Obrigado, por nos trazer Vila Pery até este ponto de encontro.

    Responder
    1. 3.1

      Manuel da Silva

      Estimado amigo Manuel M. Terra:
      ” …Como era deslumbrante aquele país da capital até ao Rovuma, onde todos nós ostentamos orgulho legitimo da Pérola do índico …”.
      Obrigado.

      Responder
  11. 2

    Mário Almeida Dias

    Muitos Parabéns ao Sr. Manuel da Silva pelo excelente post de Vila Pery (Chimoio) muito bem documentado e ilustrado. Conheci Vila Pery de passagem para Umtáli e Salisbury nos princípios dos anos 60 e gostei muito da cidade,bastante bonita e acolhedora com ruas e avenidas muito bem projectadas para a época. Mais uma vez, as minhas sinceras felicitações ao Manuel da Silva e ao Bigslam na pessoa do Samuel de Carvalho, por esta publicação. BEM HAJA!

    Responder
  12. 1

    eduardo.j.c.ferreira@gmail.com

    Excelente comentário ,se houvesse alguma visão ,poder-se-ia ter um “Moçambique”um País
    fora de serie.

    Responder

Deixe o seu Comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

© BigSlam 2021 - Todos os direitos reservados.

error: O conteúdo está protegido.