12 Comments

  1. 9

    WANDA SERRA

    Tinha 23 anos

    Em Lourenco Marques

    Reply
  2. 8

    António José Nascimento

    ESTAVA NO QUARTEL GENERAL DE NAMPULA, ACABADINHO DE CHEGAR DE NANGULOLO, E PRONTINHO PARA PASSAR Á DIOSPONIBILIDADE

    Reply
  3. 7

    José Miguel Rodrigues

    Oh se me lembro. tinha 9 anos e no fim da tarde a minha vizinha do lado, a D Glória, veio pedir uns cubos de gelo a minha casa e o meu Pai disse-lhe que tinha havido um Golpe de Estado em Portugal.
    Vivia em Lourenço Marques e como os meus Pais eram funcionários públicos em julho de 74 viemos gozar a licença graciosa a Portugal.
    Regressamos para a nossa terra ( Moçambique) com muita esperança, contudo ao longo dos 2 anos seguintes a degradação acentuou-se em todos os sectores da sociedade , portanto em Julho de 76 viemos para Portugal , nova etapa para estes refugiados e não retornados!
    A volta que o Mundo deu, hoje não se está bem nem Moçambique , nem em Portugal!!!

    Reply
  4. 6

    Braga Borges

    Estava eu, num dia de trabalho normal, quinta feira, no Lab. Químico da Central Electrica de LM, a SONEFE, quando alguém me diz ter havido um golpe de Estado em Portugal.Só me restou chamar-lhe maluco, pois era preciso ter muita coragem e pouco amor à vida para enfrentar aquele regime. Tinha eu 32 anos.
    Deixei passar uns anos e em 77, verifiquei que em Moç. nada seria como dantes.Para quem tinha filhos com 4 e 2 anos, o Ensino e a Saúde, deixavam muito a desejar. Com muita mágoa minha, pois gostava que houvesse um mínimo de condições para que eles crescessem na terra onde nasceram. Terra deles e dos pais.Não havendo condições, e porque tive um convite para a Central de Macau, fechou-se uma página( belíssima) da minha vida, e ala que o que é preciso é enfrentar o Mundo. E zarpei desejando que Moçambique se tornasse um país próspero.

    Reply
    1. 6.1

      Maria José salvado

      Eu também estava na sonefe, meu local de trabalho, quando soube do 25 de abril. Tinha 19 anos. Regressei a Portugal e a vida continuou. Um abraço ao Braga Borges.

      Reply
    2. 6.2

      Jacinto Gabriel Sitoe

      Bom dia sr. Braga Borges. Desejo-lhe boa saude. Gostaria de saber o que a SONEFE fazia. Produzia energia electrica usando carvao mineral? Donde vinha esse carvao mineral? de Moatize ou da Africa do Sul? Qual era a capacidade em MW? Que fazia no laboratorio quimico? Quem construi essa termoelectrica e em que ano? Testavam a emissao de CO2 nessa altura?

      Como vao as coisas no Macau????

      Reply
  5. 5

    L.Mata

    Vou vestir luto,…………

    Reply
  6. 4

    Virginia Martins

    Tinha 38 anos.
    Vivia em Lourenço Marques.
    Através dos noticiários.
    Teve consequências de tal maneira, que ainda hoje não consigo perceber o que me deu para ficar a viver em Portugal, apesar de ter nascido aqui no continente, mais propriamente em Lisboa. Não consigo entender certas mentalidades que por cá existem.

    Reply
  7. 3

    Ana Maria Teixeira Nogueira

    Tinha 21 anos.
    Vivia em Lourenço Marques
    Soube pelos meios de comunicação social.
    Devido à politica sim.

    Reply
  8. 2

    Celia S. Quartin

    Vivia em Lourenço Marques, Moçambique. Tinha 30 anos e estava grávida da minha filha mais nova. Com grande esforço e medo, consegui ficar em L.M. até a minha filha nascer em 1975. Já só havia um ginecologista. Não consigo transmitir em apenas umas linhas, o que passámos para fugir de Moç. pela fronteira de Ressano Garcia, 2 minutos antes de fechar. Éramos 5. Sobrevivemos e fomo-nos registar no Consulado de Portugal em Pretoria, como retornados. Eventualmente mandaram-nos para Lisboa, mas o que nos esperava em Lisboa, fez-nos resolver voltar para a África do Sul, onde ficámos 20 anos, onde fomos bem acolhidos e onde as filhas cresceram, e os meus netos nasceram. Com mágoa vimos aquele país aos poucos tornar-se num país de violência e racista e onde se tornou perigoso viver. Viemos para Portugal em 1993.
    Com igual mágoa somos espectadores do que Portugal se tornou. Penso que aqui ficarão as minhas cinzas, porque nem os ossos deixo!

    Reply
    1. 2.1

      Eugénio Cunha

      Partilho da sua mágoa, já que o meu percurso é bastante semelhante, porém, com algumas nuances.
      … “isto não interessa a ninguém”!…

      Reply
  9. 1

    Rui Arez

    * Tinha 17 anos.
    * Vivia em Maputo
    * Através de amigos, estávamos todos (como normalmente acontecia à noite) no Clube Militar.
    * Claro que sim. muito provavelmente ainda estaria hoje em Moçambique.

    Reply

Se não tiver Facebook comente aqui!

© BigSlam 2016 - Todos os direitos reservados.