21 Comments

  1. 17

    Jorge Carmo

    Estava no Agrupamento de Engenharia de Moçambique ..em Nampula cerca das quize horas,eu e outros furriéis,juntámo-nos e viemos para junto do Radio Clube…emissor regional de Nampula…..QUE PRINCÍPIO DE DESGRAÇA……..

    Reply
  2. 15

    joanaferreira

    Eu estava com certeza agorada na saia da minha mae! pq em 1974 eu tinha 7 anos.

    Reply
  3. 14

    Wanda Serra

    Em LOURENÇO MARQUES

    WANDA SERRA

    Reply
  4. 12

    Turno 1 - Tema 4

    era bebé, mas esta em Lourenço Marques

    Reply
  5. 11

    Francisco de Jesus Fernandes

    Nampula, BTM2. Momentos complicados no Batalhão de Transmissões, quase acontecia uma rebelião envolvendo as nossas tropas… Quando o MS falou na rádio, tudo piorou!!! Desataram a proferir ameaças verbais que iam fazer isto e aquilo às nossas mulheres, mães, filhas, namoradas, etc…tudo obscenidades…momentos (como disse) complicados. Fala-se tanto do 25 de Abril de 1974, como se tal fosse algo de positivo para o País, mas de cabeça fria, nota-se que não foi. Só digo isto: Em vida, Salazar encarregou-se de encher os cofres do Estado e quando morreu, morreu pobre. Os que ocuparam o Poder depois do (para mim, malfadado) 25 de Abril de 1974, encarregaram-se de vazar os cofres do Estado e estão todos cheios de ‘massa’…A Economia do País está como sabemos, quando antes era saudável e forte! A Educação transformou-se no descalabro que sabemos. A Saúde, idem aspas…e muito mais…quase tudo mudou para muito pior!!!No tempo anterior ao dito 25-Abr-74, quantos dirigentes políticos andaram a governar-se à conta do Estado??? Compare-se com os tempos ‘pós 25-Abr-74′!!! Será que Mário Soares foi tão bom para Portugal como muitos o apelidam??? Para mim (mas seguramente também para muitos de cá e de lá), NÃO!!! Moçambique foi um País óptimo onde nascer, viver e morrer…’Foi, já não é!’. Tudo graças ao malfadado 25-Abr-74!… Não gosto de política porque como dizia o José Vilhena da revista «Gaiola Aberta» nos anos setenta e tal, “A Política é uma Porca onde os Bacorinhos mamam alternadamente!”. Hoje, volvidos >40 anos, tal afirmação continua actualizada…e de que maneira!!!

    Reply
    1. 11.1

      Mario Garcez

      Verdade, verdadinha, amigo.

      Reply
    2. 11.2

      Maria Helena Machado

      Com toda a razão… O 25 de Abril foi só para alguns. Para mim o cravo vermelho represente o sangue que foi derramado no ultramar, tanto por militares como por civis! Liberdade nunca!! É só ver os milhares de pessoas que se espalharam pelo mundo! E eles, o povo, está melhor???

      Reply
    3. 11.3

      Joao Zibreira

      Nunca diria melhor tamanha VERDADE !
      Parabens pela sua coragem,Francisco Fernandes.
      25A foi bom para os complexados, para os ladroes e corruptos.
      Parabens!

      Reply
  6. 10

    mami

    Estava em Lourenco Marques

    Reply
  7. 9

    Katali Fakir

    Entre a vida e a morte, no Hospital Militar de Nampula por ter sido ferido em combate na madrugada de 19 para 20 de março de 1974 por uma granada de rocket RPG17 em Tete, no destacamento de Mabzikuíro, a 4 km de Changarra, onde comandava diferentes forças militares (Exército, GE’s e Milícias).

    Reply
  8. 8

    Candido Calvario

    Pois eu estava a almoçar na pensão que havia no Roçadas-Angola com um colega, onde estava a dar um curso de socorrismo. Achei estranho o Rádio Club de Angola ( ou outro nome, talvez emissora oficial de Angola) estar só a dar marchas militares e ninguém a falar. Por isso pedi autorização ao dono da pensão para mudar de estação, ao que ele acedeu. Apanhei uma estação de língua francesa onde se dizia que tinha havido uma revolução em Portugal. Saltei de alegria e gritei para o meu colega, do qual me abstenho de dizer nome: fulano, houve uma revolução na metrópole. Acto continuo o homem levanta-se da mesa, põe as mãos na cabeça e diz: ESTOU DESGRAÇADO e saiu, foi buscar a sua bagagem ao quarto e foi para Pereira d’Eça. E
    agora pergunto aos meus amigos: não acham que este tipo seria da PIDE ? Passados anos e juntando todos os bocadinhos, comecei a achar que sim. Como sou um bem intencionado levei tempo a chegar lá!

    Reply
  9. 7

    Ivone Duarte

    Estava em Coimbra. Mas a minha família toda estava em Lourenço Marques.

    Reply
  10. 6

    Victor José Silva Sequeira

    Victor Sequeira

    Cumpria o serviço militar no quartel da Xefina Grande e estava de sargento dia e da Guarda.

    Reply
  11. 5

    Maria

    Em L.Marques e mais 5 crianças todos naturais de lá e o pai deles. Ficámos aflitos sem saber o que se estava a passar ,as noticias chegavam a conta gotas.medo ansiedade desconhecimento ,o que dizer mais? Mas o pior para nós ainda estava para vir…

    Reply
  12. 4

    Maria Sá-Chaves

    Estava de férias na Praia de Zalala

    Reply
  13. 3

    Teresa Perdigao

    Na Escola Preparatória Joaquim de Araújo, tinha aulas de manhã…

    Reply
  14. 2

    António Gouveia

    Estava em LM .Trabalhava então no Instituto de Crédito e tinha nascido há dois meses o meu segundo filho que hoje é o mais velho.

    Reply
    1. 2.1

      Adelino Gomes

      Tambem eu trabalhava nesse Instituto, em NAMPULA. Seu nome nao me e estranho, porem nao lhe associo a imagem. Nesse 25 estava em Nampula.

      Reply
  15. 1

    Carlos Figueiredo

    Em Vila outinho, service military.

    Reply

Se não tiver Facebook comente aqui!

© BigSlam 2016 - Todos os direitos reservados.