3 Comentários

  1. 3

    Manuel Rodrigues

    É bom recordar pessoas com o carácter e os predicados de Kok Nam. Parabéns João. Ele tinha a capacidade de entender as coisas como elas eram. Recordo um episódio no jantar de recepção que o Presidente Samora Machel ofereceu a Fidel Castro no hotel Dom Carlos, na cidade da Beira, na única visita que fez a Moçambique, num viagem a caminho de Angola. Nesse jantar, Samora Machel, a dada altura, perguntou ao Kok Nam : “Kok, a tua mulher já regressou?”, resposta do Kok : “Sim, sim, Senhor Presidente”. “tiveste sorte”, responde Samora Machel. Samora era assim. Sabia que a mulher de kok, que estava ligada ao sector de saúde, tinha ido a Portugal e havia dúvidas se ela regressaria. Samora gostava de mostrar que acompanhava as preocupações das pessoas com quem convivia de perto.

    Responder
  2. 2

    Augusto Martins

    Eterna paz para a sua alma.

    Eu nasci exactamente no mesmo ano e conheci bem o menino que foi e, mais tarde, tive oportunidade de reconhecer o seu valor e trabalho.

    Responder
  3. 1

    Arnaldo Pereira

    Em 1973 fui seu colega na Tempográfica (a empresa editora e proprietária da Revista Tempo), sendo eu, então, o responsável pela área das Artes Gráficas (Tipografia, Litografia, Cartonagem e Encadernação).
    Não foram poucas as ocasiões em que era imperativo recorrer aos fotógrafos da casa (O Kok Nam e o Ricardo Rangel), para realizarem trabalhos relacionados com o meu departamento (execução fotográfica de rótulos, elaboração de logótipos, de catálogos, panfletos …).

    Responder

Deixe o seu Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

© BigSlam 2018 - Todos os direitos reservados.